Pesquisar Pesquisar.org


+Acessadas Categoria

Mensagens de Reflexão

Travessuras do destino

Gif da mensagem


Era festa junina, estávamos entusiasmados com os preparativos da apresentação da quadrilha e o baile. Tudo estava dando certo, havíamos ensaiado muito. E, foi no meio dessa euforia que o conheci e o amei ali mesmo...
Naquele instante sentir uma necessidade tentadora de falar-lhe, mas as circunstâncias não eram favoráveis, entretanto, quando pensei que não teria mais outra chance de conversar sobre o que sentia ele surpreendeu-me ao aproximar-se e falar de um sentimento que há tempos sentia...
Nossos corações batiam num só compasso, sentia minhas pernas trêmulas quando estava do lado Dele...
Eramos crianças,14 e15 anos, daí um amor sincero, puro e inocente...
Por sermos incomodados por algumas pessoas, nos despedimos, porém combinamos que nos encontrariamos no baile..
Era uma base de 14:30 do sábado, continuei no mesmo local, quando uma amiga chegou e falou que havia marcado um encontro com Ele no baile, fiquei arrasada, triste sem entender qual era a Dele...
O certo foi que no baile, animado por uma banda que estava no auge, ele procurou-me, mas por considerar minha amiga o desprezei por várias vezes. Eu o amava, mas tinha minha amiga como irmã......
O baile estendeu-se por toda noite, animado como no início,dançamos, sorrimos cantamos muito, felizes como se aquela noite fosse a última e a última uma eternidade....
Notei que minha amiga nos observava insistentemente, não entendia o porquê....
A vi aproximar-se Dele que a ignorou completamente, foi então que percebi que ela ouviu nossa conversa e quis nos separar por estar apaixonada por Ele...
Era também período de férias, como meus pais não eram da cidade tinha que viajar para o interior, posto que fazia seis meses da minha última visita..
Viajei contando os dias de voltar tamanha saudade que sentia Dele.....
Passado quinze dias voltei, pois gostava de brincar com meus amigos.....
Quando Ele soube da minha volta passou a freqüentar os mesmos lugares que minha amiga e eu freqüentávamos. Aproximava toda vez que via-me sozinha, era uma tortura...
Com o tempo tínhamos os mesmos amigos, gostos...
Com a influência de aluguns amigos eu não resisti e resolvi viver, entregar-me a esse sentimento que crescia...
No mesmo ano, terça-feira, 19:15, escondidos de todos nos beijamos... Foi incrível, não sei dizer mais nada porque acho que sai de mim e flutuei sem pressa de parar ou desmaiei sem vontade de retornar...
Celou-se ali um amor que nos movia; e um ódio entre nossas famílias. Eramos jovens, precisavamos estudar, alegavam eles. Nós tinhamos essa consciência, não reprovavamos um ano sequer.. Cada novo e arriscado encontro era maravilhoso....
Ele era alto, negro,tinha posses se comparado a mim. Eu morava em casa de família para poder estudar, pois era pobre e meus pais não podiam manter-me na escola já que eramos muitos filhos e a necessidade era nossa mãe...
Aos dez anos fui morar com meus padrinhos na cidade, não era legal, mas em relação a minha casa era o céu..
Meus padrinhos estavam bem financeiramente e tinha uma filha da minha idade o que causou confusão a meus ex-futuro sogros, pois acreditavam ser ela a namorada Dele...
Quando a história foi esclarecida começou o inferno..
Que culpa tenho eu de ter nascido pobre? Que culpa têm meus pais das injustiças da vida? Eles não tiveram educação, pois são filhos de lavradores que não tiveram chances na vida..
Mas nada disso importava, nos amávamos e esse amor dava-nos forças para resistir as barreiras impostas por nossas famílias...
Mas por quanto tempo Ele suportaria? Por quanto tempo Ele que tinha um gênio difícil agüentaria a pressão? Eu suportaria tudo e um pouco mais...
Passaram-se mais dois anos e ninguémm aceitava nosso namoro. Quanto mais tempo passava, mais crescia o medo dos pais Dele de que transássemos, eu engravidasse e por PRINCÍIO casásemos, mas sabiamos que precisavamos estudar, eramos jovens e não fariamos nada apesar da proibição deles e do nosso sentimento.
Por outro lado, eu chorava só de pensar em ir embora da cidade e deixá-lo, nunca mais vê-lo, não mais beijá-lo, nunca mais sentir a suavidade de seu corpo e o sofrimento atormentava-me dia e noite.
Mas como sempre o destino, com suas travessuras, pregou-nos uma peçae bateu-nos na face de modo a nos desesperar..
Minha amiga acabou namorando Ele, traindo-me sem compaixão: TRAIÇÃO DUPLA
Cravaram-se dois punhais em meu peito que por sete meses feriram-me a alma...
Engraçado o rumo que essa história tomou:
1) Minha amiga casou-se com outro e acredito que são felizes.
2) Eu vim embora e nunca mais os vi.
3) E Ele casou-se com a namorada por tê-la engravidado, Questão de princípio.
Em resumo, sofrer pelo que ainda não aconteceu é atraí-lo e sofrer duas vezes...

Autor da mensagem: Desconhecido

Se souberes o autor da mensagem, favor enviar email para:
Contato do Alternativa de Vida

A equipe do www.pesquisar.org agradece.

Contribuíção: Denise Carreira

Envie a um amigo
Envie a um(a) amigo(a)
Contribua com sua mensagem  Contribua com sua mensagem

Não foi possível ler dados do banco de dados.
Favor tentar mais tarde ou avisar ao administrador


Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/pesquisar/www/cms/db.php on line 209
Luz, Vida e Amor
Autor:   Francisco Campos de Carvalho
Copyright © 2004-2018 - W W W . P E S Q U I S A R . ORG - Todos os direitos reservados.