Pesquisar Pesquisar.org


+Acessadas Categoria

Mensagens de Reflexão

Infinito

Gif da mensagem


Uma vez no meio de uma floresta distante, havia um pequeno laguinho, que foi separado de um rio devido a seca da região.
Neste laguinho nasceram muitos peixes.
E eles viviam felizes, pelo menos achavam que aquele mundo deles era a felicidade.
Só que o lago estava secando, cada ano que passava as águas baixavam e baixavam.
E todos estavam preocupados com o fim
do mundo, ou seja, o fim do lago.
Mas tinha um peixinho diferente que
viviam no laguinho.
Enquanto todos só queriam aproveitar e
viver a vida de peixe, o peixinho queria mais.
Ele sentia que sabia de algo a mais,
mas o que?
Muitos o chamavam de doido, e lhe
davam sempre conselhos:
- Aproveite a vida meu filho, não seja bobo, e ele tinha muitos conflitos internos.
Até que um dia pesquisando pelos arredores,
ele descobriu uma passagem bem estreita de água, pensou, olhou bem e tentou ir.
Era bem apertada, metade do seu corpo
ficava fora da água, mas dava para passar.
Com muita dificuldade ele foi passando, pulando e conseguiu.
Ele caiu dentro de um enorme lago.
Era o rio! O rio onde eles tinham vindo, e nem se lembravam mais.
Ele muito feliz voltou. Voltou para trazer a boa nova, pois seus amigos e irmãos peixes não poderiam ficar sem saber disso.
Novamente voltou com mais dificuldade
ainda, pois havia secado mais ainda
a passagem, com dificuldade voltou.
E disse:

- Amigos me ouçam na condição de
amigo ! Encontrei um novo mundo.
Maior, mais limpo, com muitos outros
peixes bonitos, venham vamos sair daqui, lá teremos felicidade, pois lá é a nossa verdadeira casa !
Os outros peixes olhando feio para ele e alguns rindo disseram:

- Sai daqui seu maluco, cada dia que
passa tá mais doido, que isso !
E gargalhadas e risos.
Mas ele insistiu:

- Me ouçam, é verdade venham ver por
vocês mesmos...! E tomou um empurrão
com ameaça violenta.
Muito triste se retirou. E voltou para o local da saída que estava com a água ainda mais baixa, quase seco e rumou para o mundo desconhecido, porem seu lar.
Muito triste foi embora, mas com a
consciência limpa e livre de
ressentimentos, por ter feito a sua parte.
E chegando lá encontrou o Rio.
Grande! majestoso! E rumou adiante,
nadou muitos quilômetros, e chegou em um lugar maior ainda,com peixes ainda maiores e mais belos, tinha chegado no mar!
E lá nadou mais ainda. E após chegar num local mais raso, curioso olhou por fora da água, e viu um mundo ainda maior, com pessoas, prédios.
Olhou para as nuvens, olhou para o céu, e viu o universo ! Que era aquilo? Sem fim!
Com outros planetas e seres distintos
ilimitados. E ainda assim tentou voltar para ajudar os seus amigos tão apagados, e dominados pelo maior fracasso dos seres: A ilusão.
E ao chegar lá, descobriu que infelizmente o laguinho não existia mais, todos os seus amigos e irmãos tinham morrido.

Que Pena !
Virou e rumou ao infinito!

Autor da mensagem: Nathalia S.

Contribuíção: Denise Carreira

Envie a um amigo
Envie a um(a) amigo(a)
Contribua com sua mensagem  Contribua com sua mensagem

Não foi possível ler dados do banco de dados.
Favor tentar mais tarde ou avisar ao administrador


Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/pesquisar/www/cms/db.php on line 209
Luz, Vida e Amor
Autor:   Francisco Campos de Carvalho
Copyright © 2004-2018 - W W W . P E S Q U I S A R . ORG - Todos os direitos reservados.