Pesquisar Pesquisar.org


+Acessadas Categoria

Mensagens de Reflexão

A grande virtude humana

Gif da mensagem


O homem nasce puro, mas já encontra um mundo poluído; cresce inocente, mas não sabe, não sente. O homem cresce, porém, nem sempre amadurece; talvez por ter sido prematuramente arrancado de seu “pé”, talvez o medo ou a ambição, o levaram a soltar-se pnta, sem levar em consideração o abismo que há entre a liberdade e o chão. Mas o homem que é homem, mesmo ainda menino, sonha e também busca, – na verdade, mais busca saber do que sabe o que busca –. E é neste caminho de busca, rumo ao saber, que o homem se vê incompleto e enfim descobre a grande virtude humana: ela, ou ele, o vê, o fita, o toca, o compreende e o ama, e em determinado instante, com sorte, dá-se a reciprocidade de sentimentos, transformando as duas solitárias metades em um único ser, capaz até mesmo de gerar, com a graça da natureza e a força do amor, uma nova vida.
Durante toda a vida o homem passa por situações que lhe induzem a descobrir novas sensações, porém, na grande maioria das vezes, leva-se uma grande parte da vida para se descobrir suas verdadeiras utilidades, sendo que esta junção de “n” sensações, sentimentos e desejos, nada mais é que o amor. Ah! Este amor, este amor que só torna-se virtude, só se concretiza, quando o doamos incondicionalmente àquele alguém, e este, por sua vez, faz o mesmo para conosco.
Como ele chega? Como ele fica? Só quem já amou de verdade sabe. O que se pode dizer, é que é como magia: num simples toque das mãos, numa simples troca de olhares, pode-se simplesmente tocar o céu. Mas nem mesmo a mais perceptível química entre dois seres está livre da dúvida e da insegurança, inseparáveis companheiras, principalmente nas preliminares. A confiança mútua, só se dá com o tempo e a convivência.
Sua consolidação é notável por uma das partes, se refletindo na forma do brilho estampado no olhar; na cumplicidade aparente no sorriso; no ventre que cresce; e no leite que do peito escorre. A espera é longa, porém doce, e também deixa saudades, esta por ambas as partes. Tem-se, então, um novo começo, e nem por isso um inacabado fim!
Com tudo, no ar deve estar a indagação: mas, o que realmente torna este tão nobre sentimento uma virtude? Minha resposta não é tão simples, mas também não é complicada de se entender – quando há realmente o amor, não existe apenas o fluxo de sentimentos e de sensações, mas também de experiência e sabedoria; só o amor nos faz observar o mais simples e buscar o que há de mais complicado no universo; só ele nos faz chorar, esperando nos ver crescer; nos faz cair, para termos a oportunidade de sermos erguidos, nos mostrando quem realmente nos quer bem –. Mas se todas estas afirmações foram em vão para confirmar tal teoria a ti, pare agora, pense e reflita sobre a questão de como você chegou até aqui, para que e por que.

Autor da mensagem: Bruna Mayara Strobel

Contribuíção: Denise Carreira

Envie a um amigo
Envie a um(a) amigo(a)
Contribua com sua mensagem  Contribua com sua mensagem

Não foi possível ler dados do banco de dados.
Favor tentar mais tarde ou avisar ao administrador


Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/pesquisar/www/cms/db.php on line 209
Luz, Vida e Amor
Autor:   Francisco Campos de Carvalho
Copyright © 2004-2018 - W W W . P E S Q U I S A R . ORG - Todos os direitos reservados.