Pesquisar Pesquisar.org


+Acessadas Categoria

Mensagens de Carinho

O Ator do Amor e da Dor

Gif da mensagem


Eu sofro tanto
mas disfarço tão bem
que ninguém desconfia

É uma pena tal talento
eficaz só na arte do choro
e na habilidade da angústia

Durante as cenas as máscaras
vão sendo trocadas com tristeza
para que não apareça a face marcada

Do mesmo modo, exaustivamente,
falas são ditas com bastante cuidado
pra não revelar o fracasso existente

Passo e paro a cada iluminação
o bom comportamento torna-se um peso
e o sofrimento mais tenso e intenso

No amor eu sempre me estrepo
olhar que não atinge, passa reto
afeto que não é devolvido, é recebido
beijo que não é entregue em pessoa, fica á toa

Ao mesmo tempo fico convicto e pouco
de que um dia vem sempre após o outro
nessa lua, nessa terra
meu amor de verdade

Se perpetua a sua espera
dessa beira, dessa vista
minha alma se dissipa
e se desfaz a sua figura

Quem sabe um dia o meu amor me entenda
e perceba que não sou enigma nem lenda
e quando os dias ficarem pra lá de antigos
que venha a tradução desse idioma infinito

Assim desfaçam-se todos os mal entendidos
e acabe essa tentativa meiga e preguiçosa
de quem parece sempre ouvir em grego o que eu digo
e ler em hebraico os poemas que eu escrevo

E quanto aos sonhos ignorados pela vida
que os olhos, os ouvidos, a língua sintam
que meu sangue não é tinta
e meu coração jamais foi pedra

Nem tão primeiro
Nem tão último

Que tal o meio tempo
a gente somando junto
meio a meio, igual a um inteiro
Você: o lado esquerdo
Eu: o lado direito

O desejo pede pela manhã
para que a paixão surja
como surgiu no dia de ontem
e anteontem e transanteotem

Implora enfezado e silencioso
para que os tempos voltem
cegamente desejosos pela chance
de nos tocarmos novamente

E insiste pelo beijo de outrora
pela quimera perdida na aurora
Ah! Desejo bobo, se esquece do presente
mas tantas vezes a estória foi repetida
Porque não repeti-la para nós também?

Mas o caminho do futuro vão todos
e topar o amanhã é só o que resta
no vão das unhas das mãos
meu pensamento vai sendo ruído
aos poucos somem as pontas
mas ficam os sentidos

E porque tantas perguntas sem respostas?
Quem é mais sensível quem toca ou quem é tocado?
O que é mais preciso, carinho a flor da pele ou broca rente a pedra?
O que é mais esperado?
Sorriso, beijo na boca ou o caminho que nos leve a perda?

Autor da mensagem: Fábio Alves

Contribuíção: Denise Carreira

Envie a um amigo
Envie a um(a) amigo(a)
Contribua com sua mensagem  Contribua com sua mensagem

Não foi possível ler dados do banco de dados.
Favor tentar mais tarde ou avisar ao administrador


Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/pesquisar/www/cms/db.php on line 209
Luz, Vida e Amor
Autor:   Francisco Campos de Carvalho
Copyright © 2004-2018 - W W W . P E S Q U I S A R . ORG - Todos os direitos reservados.