Pesquisar Pesquisar.org


+Acessadas Categoria

Mensagens de Amizade

A ciência de viver bem

Gif da mensagem


Pequenas mudanças de atitude podem melhorar sua saúde física, mental e material. Conheça 7 hábitos comprovados cientificamente que você deve adotar para ganhar qualidade de vida e uma coisa que você não deve fazer.

1 - Ouça música

Não se culpe se você é daqueles que passam o dia todo com um fone de ouvido cantarolando por aí. A música tem efeitos muito benéficos para a saúde física e mental. Já não é de hoje que os cientistas vêm estudando o fenômeno. Entre outras coisas, a música pode acalmar, estimular a criatividade e a concentração, além de ajudar na cura de uma porção de doenças.

2- Prepare-se para envelhecer

É bom reservar um tempo desde já para planejar como você pretende que seja sua velhice. Inclusive porque é bem possível que essa fase da sua vida dure bastante tempo. Graças aos avanços no saneamento básico, à descoberta de novas drogas e a fatores ambientais e de prevenção, estamos vivendo cada vez mais. Em 1900, a expectativa média de vida no Brasil ao nascer era de 33 anos. Hoje, já estamos na marca dos 67. Estudos demográficos apontam que, em 2025, o brasileiro viverá em média 75,3 anos e, por volta do ano 2050, dois bilhões de pessoas no mundo terão mais de 60 anos. E, graças a esses mesmos motivos, os velhos estão ficando cada vez mais velhos.

Sendo assim, duas coisas precisam ser preparadas desde já: saúde e finanças. Afinal, ninguém quer viver até os 120 anos vegetando numa cama, sem grana e dando um trabalho danado para o filho de 96 anos.

3 - Tenha fé

Pesquisas mostram que as pessoas religiosas consideram-se, em média, mais felizes do que as não religiosas. Elas também têm menos depressão, menos ansiedade e índices menores de suicídio.

O poder da crença pode ir além do conforto espiritual, ajudando a curar doenças e aumentando a longevidade. Uma das razões para tanto passa longe do sobrenatural: a fé traz a reboque uma rotina mais regrada e vínculos mais sólidos com a família e a comunidade. Quem professa uma crença raramente faz bobagens como se embebedar e sair dirigindo a 160 quilômetros por hora.

4 - Ande mais a pé

Gastar sola de sapato é um dos melhores exercícios que existem, seja para a saúde física, mental, do meio ambiente ou do seu bolso mesmo. Sim, porque para fazer caminhadas você não precisa gastar rios de dinheiro com academias elaboradas, muito menos com personal trainer. Um par de tênis basta. E quando falamos de caminhada, não estamos nos referindo a nada profissional, que exija pista adequada e treinamento. Pode ser no seu bairro, no quarteirão da sua casa, ou até mesmo na escadaria do prédio, na pior das hipóteses.

5 - Tenha (pelo menos) um amigo

Todo mundo quer ser feliz, isso é tão verdadeiro quanto óbvio. O psicólogo Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia (EUA), passou anos pesquisando o assunto e concluiu que, para chegar a tal felicidade, precisamos ter amigos. Os amigos, segundo ele, resumem a soma das três coisas que resultam na alegria: prazer, engajamento e significado. Explicando: conversar com um amigo, por exemplo, nos dá prazer. Ao mesmo tempo, nos sentimos engajados, porque doamos muito de nós mesmos a ele. E ainda esse bom bate-papo faz com que nossa vida adquira um significado mesmo que seja momentâneo.

6 - Coma devagar

Parece até falatório de mãe, mas os benefícios de diminuir o ritmo das garfadas são incríveis. Para começar, ninguém ganha tempo comendo um sanduíche na frente do computador - o máximo que você ganha são quilos a mais, uma vez que, quanto mais rápido come, mais fome sente. A alimentação é regulada no cérebro por dois centros: o da saciedade e o da fome, o primeiro demora até 20 minutos para mandar uma mensagem ao outro centro de que você está comendo e está satisfeito. Se você comer muito rápido, vai sentir o estômago estufado antes que seu centro de saciedade tenha tempo de informar seu corpo de que já está bom e você deve parar de comer. É isso que acontece numa churrascaria rodízio com aqueles que comem na mesma velocidade em que os garçons trazem os espetos.

7 - Desligue a TV

Telespectadores inveterados podem ter suas funções cognitivas alteradas, problemas de postura e articulações, além de tornar-se dependentes da telinha.

Sim, o hábito de se largar no sofá e assistir a qualquer coisa que esteja no ar pode deixar as pessoas viciadas no relaxamento que a TV produz. O problema é que essa sensação gostosa vai embora assim que o aparelho é desligado - é igualzinho ao vício em substâncias químicas. O estado de passividade e a diminuição no grau de atenção, no entanto, continuam. Quando vista por mais de 20 horas por semana, a televisão pode danificar as funções do lado esquerdo do cérebro, reduzindo o desenvolvimento lógico-verbal.

Não leve nada disso tão a sério

De fato, são dicas que podem ajudá-lo a melhorar consideravelmente seu dia-a-dia. E não precisa levar tão a ferro e fogo as milhares de pesquisas que mandam comer isso e fazer aquilo, caindo em depressão profunda se "fracassar" em um ou dois itens. Afinal, são as escapulidas que tornam a vida da gente divertida - ou você acredita mesmo que todas as nutricionistas esguias e saudáveis só comem refeições balanceadas e todos os médicos fazem ginástica todo santo dia? Essas pessoas também capitulam a preguiça, comem demais e xingam a mãe dos outros no trânsito.

E aí? Vai uma picanha no capricho? Com polenta frita?

Vote em nossa enquete, pois sua opinião nos ajudará na escolha dos próximos artigos.

Bibliografia:

SGARIONI, M., Super Interessante , A ciência de viver bem, Jan 2006.

Adaptado por:

ALISTE, A. J. – GNS/Equipe de Gestão da Qualidade

Autor da mensagem: Desconhecido

Se souberes o autor da mensagem, favor enviar email para:
Contato do Alternativa de Vida

A equipe do www.pesquisar.org agradece.

Contribuíção: Francisco Campos

Envie a um amigo
Envie a um(a) amigo(a)
Contribua com sua mensagem  Contribua com sua mensagem

Não foi possível ler dados do banco de dados.
Favor tentar mais tarde ou avisar ao administrador


Warning: pg_fetch_array() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/pesquisar/www/cms/db.php on line 209
Luz, Vida e Amor
Autor:   Francisco Campos de Carvalho
Copyright © 2004-2018 - W W W . P E S Q U I S A R . ORG - Todos os direitos reservados.